NAÇÃO DO ISLAM

 

 

A NAÇÃO DO ISLAM É UM GRUPO MUÇULMANO

O Islam e a chamada "Nação do Islam" são duas religiões diferentes. A Nação do Islam é mais uma organizaçção política, uma vez que seus membros não se limitam a uma única fé. Os muçulmanos acham que este grupo é um dos muitos que usam o nome do Islam para seu próprio benefício. A única coisa em comum entre eles é o jargão, a linguagem usada por ambos. A Nação do Islam é uma denominação imprópria; esta religião deveria ser chamada de Farrakanismo, uma vez que o seu propagador é Louis Farrakan.

Islam e farrakanismo diferem em muitas coisas fundamentais. Por exemplo, os seguidores de Farrakan acreditam no racismo e que o "homem negro" foi o homem original e, portanto, superior, enquanto que no Islam não há racismo e todos são considerados iguais aos olhos de Deus, a única diferença é com relação à fé. Há muitos outros exemplos teológicos que mostram que os ensinamentos da "Nação" têm muito pouco a ver com o verdadeiro Islam. Há muitos grupos na América que reivindicam ser os representantes do Islam e chamam seus adeptos de muçulmanos.

Qualquer estudante sério do Islam tem por obrigação investigar e encontrar o verdadeiro Islam. As duas únicas fontes autênticas que prendem todo o muçulmano são: 1. O Alcorão e 2. Os hadiths. Qualquer ensinamento sob o rótulo de "Islam", que contradiga, ou que sejam uma variação dos verdadeiros ensinamentos da crença e da prática do Islam, devem ser rejeitados e essa religião deve ser considerada um culto pseudo-islâmico. Na América existem muitos cultos pseudo-islâmicos e o farrakanismo é um deles.